Minas de Angola
Minas de Angola

CEO DA MINBOS RESOURCES “DESCOBRIMOS A ROCHA FOSFÁTICA DE CABINDA UM POUCO POR ACASO”

Lindasay Reed, CEO da Minbos Reources conversou com o Minas de Angola. Entre vários assuntos. O executivo falou sobre um ambicioso projecto de produção de amónia verde, através da Usina Hidroeléctrica de Capanda e apresentou os planos que a sua mineradora tem para Angola.

A multinacional australiana entrou no mercado angolano em 2021, por meio de um contrato de investimento de 35 anos, para a produção de fosfato no depósito de Cacáta, em Cabinda, cujas reservas totais atingem 391,3 milhões de toneladas de fosforitos, com um teor médio de fósforo de 9,2%. 

Além do Projecto de Fosfato de Cabinda, onde investiu 40 milhões de USD, e da iniciativa de produção de amónia verde, a Minbos Resources está envolvida em outros importantes projectos do Lucunga e Pedra do Feitiço, no Zaire. Lindsay Reed apresenta aqui os aspectos que envolvem a sua empresa em Angola. Acompanhe!